Era uma vez duas meninas com t21 que todas as terças de manhã tinham psicomotricidade no mesmo centro de desenvolvimento infantil.

Um dia as mães, que esperavam na sala começaram a conversar e tornaram-se amigas. Falavam muito sobre o desenvolvimento, sobre estímulo e também das coisas que as chateavam. Chateava-as que as pessoas continuassem a não ser capazes de ver o potencial das pessoas com t21.

A vontade de mudar a mentalidade da sociedade e a imagem das pessoas com t21, levou ao projeto Pais21. Juntou-se mais uma mãe do Porto e o Pais21 instalou-se em Lisboa e na Invicta. As mães da Vera, da Francisca e da Leonor começaram a trabalhar juntas. O Pais 21 começava a ter forma. A ajudar esteve também, o Manuel, irmão da Francisca que desenhou um logo à maneira. A mãe da Leonor, que é designer, calha bem, adaptou-o.

Dia 21 de Março de 2009 foi apresentado o nosso projeto pela Marcelina Souschek e Francisca Prieto numa sala cheia de pais e técnicos.

Desde esse dia que trabalhamos com o mesmo empenho e dedicação pela nossa causa: uma sociedade justa e equitativa.